A VINHA

A vinha do Monte das Aranhas estende-se ao longo de 5 ha num pequeno e característico vale com vista deslumbrante para o castelo de Evoramonte. 
Isolada e com um microclima que extrema as características do clima alentejano com um sol escaldante no Verão e um frio seco no Inverno, a vinha das Aranhas exprime em todo o seu esplendor a sua personalidade própria que naturalmente transmite qualidade às uvas e carácter ao vinho. A vinha do Monte das Aranhas simboliza a essência do Alentejo e do vinho alentejano. Possui três talhões das castas tintas Aragonês, Trincadeira e Periquita (a santíssima trindade dos vinhos alentejanos) e dois talhões das castas brancas Antão Vaz e Arinto a dupla de sucesso garantido dos brancos alentejanos.
A vinha das " Aranhas" orgulha-se de contribuir para esse resultado final em colaboração com a Adega de Borba e fazer da maior região de Portugal o berço dos melhores vinhos portugueses da actualidade.

O OLIVAL

O pequeno olival do Monte das Aranhas possui cerca de 400 oliveiras da variedade "galega", sendo metade do olival de sequeiro e outra metade de regadio.
Num cenário natural extraordinário que caracteriza o norte alentejano, o olival das Aranhas possui as condições ideias para produzir azeitonas perfeitas e sãs

Alentejo é hoje sinónimo de excelente azeite, produto com raízes profundas em toda a nossa cultura e que serviu de sustento desde sempre para muito do povo das terras alentejanas.
A azeitona possui infindáveis efeitos benéficos para a saúde e é a base da "dieta mediterrânica".

A oliveira é imagem de sabedoria e autenticidade, longevidade e sobretudo símbolo de uma cultura que se impôs como corolário da evolução humana.
Nas Aranhas fazemos tudo para preservar esta herança cultural e tentar transmiti-la para às gerações futuras.

 

 

  © 2020 Monte das Aranhas. by Mercado Digital

clean-safe-stamp-accommodation-1.png